domingo, 3 de março de 2013

Dois grandes estudos - introdução

Nesta semana que passou, dois estudos MUITO importantes lançaram luz sobre dois temas que nos são muito caros neste blog:

a) Uma dieta pobre em gordura mata mais;
b) O açúcar causa diabetes.

Antes de escrever sobre os estudos propriamente ditos, gostaria de explicar brevemente os tipos de estudos que existem, a fim de que vocês entendam a importância destes dois estudos, e por que eles têm mais valor do que o habitual.


  • Há estudos de maior impacto científico do que outros.
    • Os estudos epidemiológicos servem para levantar hipóteses, mas não estabelecem causa e efeito; eles estabelecem uma correlação.
    • Um exemplo conhecido de correlação foi demonstrada na Austrália, entre o consumo de sorvetes e o ataque por tubarões. Quanto maior o consumo de sorvetes, maior o número de ataques. Esta correlação é estatisticamente significativa.
      • Você acredita que o consumo de sorvete CAUSA os ataques? É, eu também não. E o estudo está errado? Não. O que acontece é que estudos epidemiológicos podem ignorar variáveis de confusão. No caso, a variável é o calor. Quanto mais quente, mais sorvetes, e mais banhos de mar. O sorvete é apenas um indicador de calor, e o calor causa a ida ao mar, que causa um aumento no número de ataques.
    • Estudos prospectivos randomizados ou ensaios clínicos. Este é o Santo Graal da pesquisa médica. Aqui, um grupo grande de pessoas é sorteado para dois grupos. Um grupo será o grupo controle, e o outro grupo receberá o tratamento/remédio/dieta. O sorteio assegura que, estatisticamente, quaisquer variáveis de confusão (conhecidas ou desconhecidas) estejam igualmente distribuídas entre os grupos.
    • Os estudos prospectivos randomizados são a base da medicina baseada em evidências. Quem conhece o blog sabe que uma dieta com redução de carboidratos é superior tanto em perda de peso quanto em marcadores de risco cardiovascular, em TODOS os ensaios clínicos na qual isto foi avaliado. Já as dietas de baixa gordura tem apoio apenas em estudos epidemiológicos (o mesmo tipo de estudo dos ataques de tubarão). Os únicos 2 grandes estudos randomizados de dieta de baixa gordura mostraram que elas não tinham nenhum impacto benéfico sobre mortalidade ou doenças.
    • Os outros estudos importantes na medicina baseada em evidências são as Metanálises e Revisões Sistemáticas, estudos que combinam os resultados de vários estudos menores. As metanálises realizadas até agora sobre low carb não deixam dúvidas de sua superioridade, ao menos nos prazos de duração dos estudos (ver aqui e aqui).
  • Os dois estudos de que trataremos nas próximas postagens são:
    • Um estudo prospectivo e randomizado que mostra que uma dieta com mais gordura preveniu derrames e infartos;
    • Uma grande revisão sistemática que chegou tão próximo quanto possível de provar o papel CAUSAL do açúcar no desenvolvimento do diabetes.


3 comentários:

  1. Dr Souto, já estou divulgando!

    ResponderExcluir
  2. Apenas este post, que explica a diferença entre estudos científicos, já dá a base para entendermos muito melhor "das coisas". Imagina os outros! Muito obrigado pelo trabalho, Doutor!

    ResponderExcluir
  3. Oi Dr! Desculpe usar esse post para fazer uma pergunta não relacionada, mas não consigo usar o campo de busca, sempre aparece "sem resultados" para todas as pesquisas. Queria perguntar se você já ouviu algo sobre candidíase "sistêmica"? Li o livro Candidíase - a Praga, de Sonia Hirsch e fala sobre isso. Na verdade, ela usa a abordagem da redução dos carboidratos para resolver os problemas da candidíase. Pergunto isso pq vi que o sr. é urologista e tenho feito tratamento para cistite (sem sucesso), porém, às vezes, os sintomas parecem se confudir com os citados no livro. Qual a sua opinião sobre o uso de Uro-Vaxom, Cranberry e Vitamina C para o tratamento de cistite? Obrigada!

    ResponderExcluir